Anjos e amigos

Tags

, , ,

Em uma ilha de incertezas, tudo parece impossível e triste. Quanto mais se busca carinho eanjo-da-guarda aconchego somente se encontra desprezo e ódio. Assim vivem os moradoras do logradouro mais estranho, o planeta terra. Ao falar isso, para que se está levando a atual situação do nosso mundo ao extremo, porém não o é. É só olharmos para o lado e veremos discórdia, traição, egoísmo e outros frutos do demônio. Parece que não há nada em que podemos confiar. Entrementes, há sim. Há os filhos de Deus que vivem como estrangeiros nessa terra, e também há o nosso anjo da guarda, que junto com os filhos de Deus protegem nossos segredos.

Por mais triste que estejamos, sempre haverá um bom amigo que nos acalmará o coração. Esse bom amigo são os nossos irmãos na fé. Dificilmente haverá filhos de Deus que não encontraram repouso, pois sempre lhe será dado um bom confessor, não que seja exatamente um sacerdote, sendo esse também um bom apoio, mas será alguém que possamos confiar nossas dúvidas, nossas desilusões, enfim, nossos sofrimentos como um todo. Sempre teremos um bom amigo que nos servirá de companheiro nesta terra. Assim como Paulo teve Barnabé, com Elias teve Eliseu, e como santo e magnifico exemplo de Jesus e João.

Além dos nossos amigos de carne, que são dados por Deus, temos os amigos angélicos, que cumprem fielmente a missão de Deus lhe designou. Mas não devemos tê-los como criaturas que foram obrigadas a estar ao nosso lado, pois isto não é verdade. Eles abraçam amavelmente a missão que Deus lhes entrega, não é de forma força. Eles amam tudo aquilo que Deus ama. E nosso Pai tem um afeto sem igual por seus filhos. Assim como os bons amigos na fé que possuímos, os seres humanos, também podemos considerar nossos defensores angélicos como nossos amigos inseparáveis, que podemos confiar tudo em seus ouvidos.

Hino da criação (3; 2, 1-4)

Tags

, , ,

Deus quis que surgir-se algo além dele, para que não mais pairasse seu espirito na escuridão do mar. Primeiro Deus criou a Luz, depois separou as trevas da luz e fez a terra e o céu, e assim prosseguiu sua criação. Por último Deus fez o homem, isso deve conter um significado especial, pois ele quis que fosse o final de sua criação, como se todo fosse uma única obra e o homem abrilhantasse toda esse conjunto: fui o último rabisco na no projeto divino, na tela da criação.

Nunca o homem pode dizer que Deus não o ama, pois foi a obra que ele criou com mais carinho, foi a obra final, a perfeição de todos os seus pensamentos. Tudo que foi feito posteriormente foi pensando no homem. Com o seu pecado, que lhe afastou temporariamente de seu Criador, Deus procurou unir-lhe novamente com sua infinita misericórdia e isso se deu com o projeto da salvação, que incluía a si própria como oferenda para a remissão dos pecados de sua criação, ou seja, Deus se fez homem para remir os pecados do homem.

De tudo que Deus criou, seu amor está mais dedicado à sua obra última. Isto não quer dizer que as demais criaturas não mereçam respeito e não devam ser cuidadas pelo homem. Tudo que Deus criou merece respeito e atenção, porém o homem ocupa lugar de proeminência, deve ser tratado com respeito absoluto. Com efeito, todos os homens devem viver um amor mutuo, pois devemos amar tudo que Deus ama, e se ele ama os homens com um amor perene também devemos amá-los.

sede fiéis amisericórdia

Tags

, , ,

Não há nada que seja mais sublime que a obediência. Quando caminhamos sem destino, entregues a má sorte, estamos mergulhados na infidelidade, visto que se não temos um caminho estamos sujeitos a desonestidade, pois não temos caminho. Quando caminhamos em um destino determinado, dificilmente entraremos no triste vale da desonestidade, visto que entregaremos nossos pensamentos a uma ideologia determinada, não cairemos em desilusões. E que permanece fiel aos seus pensamentos conseguem grandes prodígios, temos como exemplo Noé. Visto “que Noé obedeceu, e fez tudo o que o Senhor lhe tinha ordenado.” (Gn 6, 22). Construiu uma arca e foi colaborador da salvação inicial das criaturas.

Se andamos em vales tenebrosos é porque isso escolhemos. Ninguém está sujeito a má sorte por destino. Não há aquele que possa dizer que Deus esqueceu-se dele e o deixou afundar nenhum mar desilusão. Todos nós somos chamados a vitória, porém temos o direito a escolher se queremos andar por esse caminho. Assim como podemos escolher pela boa sorte também podemos escolher pela má sorte, que em outras palavras é escolher entre a obediência e a insubordinação. Se não andarmos com o senhor estaremos escolhendo pela desobediência, como filhos de Deus devemos obedecer nosso pai e caminhar o seu caminho. Porém muitos perguntaram e qual é p caminho do Senhor?

O caminho do senhor é a misericórdia. Devemos seguir essa vereda, não vacilando para um lá, nem para outro, mas caminho fielmente na graça de Deus. Todos aqueles que escolhem o caminho da graça, ou seja, da felicidade terão uma vida de julgo leve, pois é a essa vida que Deus nos chama. Não temos um Pai perverso que não se importa com os nossos sofrimentos, pelo contrário temos um pai que nos ama infinitamente e deseja que sejamos salvos, por isso que devemos ser obedientes, devemos andar no caminho que Ele prescreve, assim alcançaremos a paz de uma vida feliz. Todos aqueles que descansam é porque repousam no senhor.

O Trabalho dos santos é interminável

Tags

, , ,

Não há aquele que possa dizer que nunca passou por um momento de incerteza. Todos nós por mais sábios que sejamos sempre estamos a pensar o que será de nossa vida. Muitos nesta incerteza buscam caminhos que os levam para caminhos distantes da graça divina, isso se dá por causa que uma alma indecisa não está preenchida de luz e isso é porta para o maligno. Uma alma vazia anseia por um preenchimento, pode escolher para lhe preencher coisas boas como coisas más. É um perigo constante, uma alma vazia é como uma jarra que sonha com água.

Não devemos ficar estático, pois há diversas almas sem uma escolha para sua vida, as almas indecisas. Temos que levar a graça de Deus para essas almas, devemos profetizar para estas um mundo de conquistas e santificação. É através de uma alma preenchida pela graça que fará uma alma vazia sair desse estado. É como vaso que permite que seu conteúdo seja despejado para outro recipiente. As almas que se encontram cheias de Deus que, porém, não permitem que transborde, encontram-se ainda distante da graça total, ainda precisam encher-se mais.

Não poderemos acreditar que a missão de um santo encontra um final. Mesmo no céu as almas santas continuam a trabalhar pelo reino de Deus. Como Deus é terno, seu trabalho também é eterno, e aqueles que escolhem trabalhar na messe de Deus devem se acostumar com um trabalho enfadonho e interminável, porém de grande recompensa. Devemos nos acostumar com o trabalho eterno, devemos sempre buscar preencher as almas vazias, assim como um dia também nossa alma esteve vazia e encontrou um bom servo do Rei Altíssimo que a preencheu.

As contas do Rosário são um poderoso conselheiro para os indecisos

Tags

, , ,

Tudo na vida exige uma escolha. Não podemos caminhar em dois caminhos ao mesmo tempo, nem mesmo se fossemos gigantes conseguiríamos, visto que chegaria um momento em que esses dois caminhos ganhariam uma distância incalculável onde nem mesmo a enorme separação entre as nossas pernas poderia abarcar esses dois espaços. Devemos escolher entre o sim e o não, para que podermos crescer na vida.

Porém, vezes nossas escolhas nos levam para caminhos que não gostamos, para caminhos tortuosos. Isso se deve ao nosso cansaço na hora de escolher. Não é lícito permitir que a nossa falta de coragem em raciocinar nos empeça de escolher um bom caminho. Só não conseguiremos optar por algo bom se escolhermos ser preguiçosos. Somente a preguiça nos leva para um vale de tristeza.

Todavia, muitos dirão: eu sempre esforcei-me por escolher um caminho certo, porém, hoje vivo em uma vida que nunca desejei. Deve-se se perguntar: tu escolheste os meios certos para selecionar o bom para tu vida. Tu limpaste teus olhos para escolher. E com isso vem uma segunda pergunta: Como limpar os meus olhos. Não há outra resposta: pelo Santo Rosário.

A desigualdade é a grande mentira criada pelo homem

Tags

, , ,

Evangelho (Mt 15,21-28)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 21Jesus retirou-se para a região de Tiro e Sidônia. 22Eis que uma mulher cananeia, vindo daquela região, pôs-se a gritar: “Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim: minha filha está cruelmente atormentada por um demônio!” 23Mas, Jesus não lhe respondeu palavra alguma. Então seus discípulos aproximaram-se e lhe pediram: “Manda embora essa mulher, pois ela vem gritando atrás de nós”.

24Jesus respondeu: “Eu fui enviado somente às ovelhas perdidas da casa de Israel”. 25Mas, a mulher, aproximando-se, prostrou-se diante de Jesus, e começou a implorar: “Senhor, socorre-me!” 26Jesus lhe disse: “Não fica bem tirar o pão dos filhos para jogá-lo aos cachorrinhos”. 27A mulher insistiu: “É verdade, Senhor; mas os cachorrinhos também comem as migalhas que caem da mesa de seus donos!” 28Diante disso, Jesus lhe disse: “Mulher, grande é a tua fé! Seja feito como tu queres!” E desde aquele momento sua filha ficou curada.

 

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Não há diferenças para um coração que ama. Deus chama a todos para viver comunitariamente, vivendo a graça de uma vida comum. Não há real diferença entre os homens, toda desigualdade existente fora criado por nós com o fito de separar-nos de Deus e dos homens e se constitui uma grande mentira, que com uma simples reflexão pode ser destruída.

Somos todos filhos do mesmo Pai, o que há de desigual em nós? Se vivêssemos abraçados aos ensinamentos de nosso Pai viveríamos em plena união, não existiria nenhuma virgula que nos separasse, tudo seria em igual proporção. Porém o homem deixou banhar-se pela orgulho, sentimento que queria a pior quimera, a de achar-se superior quando todos nós somos iguais.

Cristo é o elo que une todos os homens. Quando estamos afastados desse elo criamos falsas ideias e acabamos criando distinções entre nossos irmãos, o que é terrível para a raça humana. A desunião entre os homens faz Deus chorar, torna o canto dos anjos uma triste sifônia. Porém, quando vivemos na verdade, que é a harmonia, todo o universo caminha conforme deve ser.

Ensina-nos, ó Mãe, a viver em harmonia com os nossos irmãos.

 

Os céus é alcançável para quem credita

Tags

, , ,

Evangelho (Mt 14,22-36)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Depois que a multidão comera até saciar-se, 22Jesus mandou que os discípulos entrassem na barca e seguissem, à sua frente, para o outro lado do mar, enquanto ele despediria as multidões. 23Depois de despedi-las, Jesus subiu ao monte, para orar a sós. A noite chegou, e Jesus continuava ali, sozinho. 24A barca, porém, já longe da terra, era agitada pelas ondas, pois o vento era contrário. 25Pelas três horas da manhã, Jesus veio até os discípulos, andando sobre o mar. 26Quando os discípulos o avistaram, andando sobre o mar, ficaram apavorados, e disseram: “É um fantasma”. E gritaram de medo. 27Jesus, porém, logo lhes disse: “Coragem! Sou eu. Não tenhais medo!”

28Então Pedro lhe disse: “Senhor, se és tu, manda-me ir a teu encontro, caminhando sobre a água”. 29E Jesus respondeu: “Vem!” Pedro desceu da barca e começou a andar sobre a água, em direção a Jesus. 30Mas, quando sentiu o vento, ficou com medo e, começando a afundar, gritou: “Senhor, salva-me!” 31Jesus logo estendeu a mão, segurou Pedro, e lhe disse: “Homem fraco na fé, por que duvidaste?” 32Assim que subiram na barca, o vento se acalmou.

33Os que estavam na barca, prostraram-se diante dele, dizendo: “Verdadeiramente, tu és o Filho de Deus!”34Após a travessia desembarcaram em Genesaré. 35Os habitantes daquele lugar reconheceram Jesus e espalharam a notícia por toda a região. Então levaram a ele todos os doentes; 36e pediam que pudessem, ao menos, tocar a barra de sua veste. E todos os que tocaram, ficaram curados.

 

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

O medo nos faz cair, tudo parece mais difícil quando estamos mergulhados em, tenha coragem e vencerás. Em um mundo tomado pelo medo é quase impossível falar em coragem, mas mesmo assim devemos lutar contra nossos próprios sentimentos, nos sentimento de temor exagerado, não devemos permitir que nossos temores nos impeça de caminhar.

A coragem nós faz vencer os maiores obstáculos, pois não há empecilho para quem acredita. Quando tudo parecer impossível de se alcançar, acredite, e tudo será alcançável para te. Não temas, e tudo estarás diante de ti, pronto para ser utilizado por ti. Mas se deixares o medo vencer-te, nada mais será possível, até aquilo que é alcançável por todos, se tornará longe de ti.

Assim como Pedro começou a afundar quando sentiu medo, assim se dará em tua vida se não acreditar. Tenha como tua força a fé em Jesus Cristo. Se isso for tua força motriz, acredite, tu poderás ir até o céu, e verdadeiramente irá, não haverá portas fechadas para os teus sonhos, tudo será possível, pois e segredo de uma caminhada vitoriosa é acreditar.

Ensina-nos, ó Mãe, a acreditar que podemos alcançar os céus.