Tags

, , , , , , ,

Salve Maria!

Vamos Jovens!

Doces irmãos, como agradável é a nossa alegria, somos felizes, vivemos ecaridade andamos no caminho da felicidade, aquilo que buscamos por toda nossa existência agora encontramos, sempre buscamos a santidade, mas por alguns momentos a confundimos com a felicidade, sim, eles se confundem, quem é feliz é por que encontrou a Cristo, que encontrou Cristo encontrou a santidade, que vive a santidade é feliz. Ninguém será feliz se não buscar a santidade, só os santos são felizes. Eis o que buscamos dia e noite, algo tão natural, entretanto, nunca conseguimos entende-lo, ele está muito além de nossas limitações, é infinito, só conseguiremos entende-lo se com ele estivermos, fora dele, não a felicidade, não a sabedoria. Fora de Cristo só há destruição e infelicidade. Seja feliz, siga a Cristo.

Caríssimos, todos os povos, das mais diversas culturas são chamados a felicidade, são chamados a serem santos, serem santas. Deus não exclui ninguém, todos nós somos chamados a formar uma única família, santa e feliz, feliz e santa, não ha distinção entre nós, não há exclusão, por mais rico, por mais pobre, por mais douto, por mais ignorante, em fim, todos são chamados. Irmãos, ao apegarmos com Cristo não somos obrigados a largar nosso povo, a abandonar nossa cultura, ou, indo mais além desprezar nossa nação, não, Deus não nos pede isto, devemos continuar a ser o que somos, mais devemos rever nossos atos, a nos apegarmos com o amor somos convidados a aplica-lo em nossa vida, quando Cristão nos transformamos, quando saímos do paganismos para assumirmos nossa missão, quando decidirmos viver a graça devemos sempre procurar ser propagador do amor, se nosso antigos atos não condizem, não se conciliam com o amor devemos abandona-los, somente isto viver em plenitude o amor. Amigos se teus atos não procedem do amor abandone-os.

Ó Mãe, ensina-nos a mergulharmos na felicidade, por viver tanta infelicidade, por sermos tão infelizes, por haver em nós tanta ignorância nós nos esquivamos de viver a felicidade, nós por medo, dura e profunda ignorância, não nos entregamos ao amor e por isso deixamos de viver em plenitude a vida feliz, a vida. Porém, com teu terço na mão, confiamos, fielmente acreditamos que através de teus lindos atos que nos dão exemplo aprenderemos a como viver inteiramente a vontade de nosso Deus, aprenderemos a sempre viver o amor. Ensina-nos, ó Mãe, a como abandonarmos o desamor e nos entregarmos ao amor. Ensina-nos, ó Mãe, a como abandonarmos este terreno seco de sofrimento, ensina-nos a troca-lo por um rio de alegria que dia e noite nos banha com o frescor do amor.

Ficai em paz!

Ficai com Maria!

Anúncios