Tags

, , , , ,

Salve Maria!

Vamos Jovens!

   As lagrimas que caem e se espalham pelo meu rosto dize-me: O fracasso te alcançou, desiste. Por minutos chego a acreditar, a dor é terrível, não encontro saída, o grito de socorro se prende ao meu desanimo, como é triste. Aonde irie? Essa falta da falta faz-me esconder meus sonhos, far-me-á um nada que pelas ruas da cidade que não existe caminha, minha alma vaga pelo vago. O que farei? Mas quando nada mais esperava, eis que do mais íntimo do meu ser surge uma voz, eu não a conheço, não a conheço, pois não mais conheço o meu próprio ser, ela me diz: Filho, eu te criei para a vitória, tu és vencedor, não escute as mentiras que o não-ser dizes-te, ele não te conhece, ele só quer ver-te abaixo dele, entretanto, ele nunca verá. Tu és meu e por todo sempre estarás nas minhas asas, o frio da derrota não te esmagará. Levanta-te e vem comigo. Eu sou o teu Deus, a tua vitória. Levanta-te.

   Doces irmãos, cantai, cantai, cantai. Todos, inúmeros são os motivos que temos para glorificar a Deus, ele é Deus, não há outro motivo, o maior motivo de louvar a Deus é, ele é Deus. Deus, qual o seu significado? Tudo, oh, que maravilha, por ser Deus de logo significa que ele é fonte de tudo, como é bondoso, tu criou para nos proteger, tudo criou, ele nos criou, criou o amor só para nos amar. Dai graças à fonte de toda a graça, cantai ao vosso Deus.

   Caríssimos, o que nos fara derrotados? O que assim nos tornará? Nada! SeSagrado_coracao estivermos com Deus a nossa vitória é certa, devemos obedecer a sua voz, se a obedecermos chegaremos ao final de nossa caminhada, e lá chagando, como nossa mãezinha chegou, receberemos a nossa coroa e feliz, por todo o sempre, estaremos com os anjos a render lindos cantos ao nosso Deus. Com Jesus caminhamos, sob a proteção de Maria que vai a nos orientar e enxugar nossas lagrimas quando esquecemos que Deus é Deus, ela enxuga e nos reergue e nos conduz outra vez, nos repõe no caminha, para junto irmos com os nossos irmãos a cantar, dançar e em festa dizer: Deus é a nossa fortaleza, nossa vitória, aquele que o obedece é feliz!

   Outrora estávamos em uma casa fraca, muito mal edificada, os ventos revoltos, com sua força devastadora, dia e noite, ameaçava destruir a nossa morada, a morada da ilusão, as noites de chuva não sessava, era, eu lembro, parecia que eu estava sozinho, a multidão era imensa, parecia que eu estava sozinho, lá havia uma chuva, uma chuva mui estranha, sua água não era água, era de uma composição estranha, nunca antes vista. Não sabia o que fazer, os ventos só amentavam. Um dia, quando a noite parecia que acabava, todavia, a chuva de forma alguma sessava, eis que algo chama-me, era uma voz doce, não estranha, que estranho, aqui tudo é estranho, mas essa voz não é estranha. Era uma voz não estranha, e ela não parava de chamar-me, eu respondi: Eis-me aqui, o que queres. Ela me reponde: Sou tua salvação, vinde comigo. Sem pensar a seguir, ao estar perto dela, como se fosse em uma tela, eu vi, sempre, mesmo em meu aquela destruição, minha mãe estava comigo e foi devido a isso que eu não enlouquece. Obrigado, ó Mãe, assim, para agradecer-te, eu rezo o terço.

Ficai em paz!

Ficai com Maria!

Anúncios