Tags

, ,

CAPÍTULO TERCEIRO: Escolha da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria

90. Postas estas cinco verdades, impõe-se, mais do que nunca, fazer uma boa escolha da Verdadeira Devoção à Santíssimadevoção à Santíssima Virgem Virgem, porque há cada vez mais falsas devoções a Nossa Senhora, e é fácil tomá-las por verdadeiras. O demônio, como falso moedeiro e enganador fino e experimentado, já enganou e levou à condenação tantas almas, por meio duma falsa devoção a Nossa Senhora, que todos os dias se serve da sua experiência diabólica para perder muitas outras. Deleita-as e adormece-as no pecado sob pretexto de algumas orações mal rezadas e dumas quantas práticas exteriores que lhes inspira. Assim como um falso moedeiro não falsifica ordinariamente senão ouro e prata, e muito raramente outros metais, por estes não lhe valerem tal trabalho, também o espírito maligno não falsifica tanto as outras devoções, como as que se referem a Jesus e a Maria: a devoção à Sagrada Comunhão e a Nossa Senhora. Estas são, entre as demais devoções, o que são o ouro e a prata entre os metais.

91. Em razão disso é muito importante conhecer:

Primeiro as falsas devoções à Santíssima Virgem para as evitar, e a verdadeira, para abraçá-la.

Depois, importa distinguir entre tantas práticas diferentes desta última, qual a mais perfeita, a mais agradável à Santíssima Virgem Maria, aquela que dá mais glória a Deus e que é mais santificante para nós, para a Ela nos apegarmos.

Anúncios