Tags

, , ,

II. A Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem

105. Depois de termos posto a descoberto e condenado as falsas devoções à Santíssima Virgem, é necessário estabelecer em poucas palavras a verdadeira, que é:

1. Interior;

2. Terna;

3. Santa;

4. Constante;

5. Desinteressada.

 1. A Verdadeira Devoção é Interior

106. A Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem é, em primeiro lugar, interior, quer dizer, parte do espírito e do coração; provém da estima que se tem à Santíssima Virgem, da alta idéia que se forma das suas grandezas e do amor que se lhe consagra.

2. A Verdadeira Devoção é Terna

107. Em segundo lugar, é terna, isto é, cheia de confiança na Virgem Santíssima, como é a dum filho na sua boa mãe. Faz com que uma alma recorra a Maria em todas as necessidades do corpo e do espírito, com muita simplicidade, confiança e ternura. A alma implora o auxílio desta terna Mãe em todo o tempo, lugar e circunstância: nas dúvidas, para ser esclarecida; nos desvios, para ser reencaminhada; nas tentações, para ser sustentada; nas fraquezas, para ser fortificada; nas quedas, para ser reerguida; nos desânimos, para ser encorajada; nos escrúpulos, para ser livre deles; nas cruzes, trabalhos e revezes da vida, para ser consolada. Numa palavra, em todos os males físicos ou espirituais, Maria é o seu socorro habitual, não receando ela importunar esta boa Mãe, nem desagradar a Jesus Cristo.

eastervigilsmall

Anúncios