Tags

, , , ,

        No alvorecer de um novo outono com o cair das folhas surge uma nova esperança, com as gotas de sangue do Cristo surge uma nova aurora, eis a páscoa. Molhados pelas chuvas passageiras de verão seca-nos o corpo com o calor do amor de um Deus apaixonado, quão maravilhoso é.

       Somos chamados a nessa páscoa viver algo diferente, somos chamados a viver o amor, mas não como antes vivíamos, quando vivíamos um amor sem vida, o que é impossível, pois o amor é todo vida, devemos viver como cristo viveu, ao máximo. Se vivermos um mínimo que seja o amor que Cristo viveu seremos homens e mulheres renovados, libertos para o amor. Mas se preferimos viver nas trevas que encobre os nossos olhos não conseguiremos ver e viver a beleza de nossos irmãos.

       Sede como Cristos, abetos para a nova vida. Como Cristo soubera viver os novos amanheceres que cada dia se dava na Sua vida, vivia intensamente, não como um desvariado, não como um desregrado, mas na sua santa obediência, sentido perto do Seu coração a paz de Deus Pai que se manifesta nos cantos dos pássaros, na brisa do amanhecer, no desabrochar das folhas, na natureza enfim, eis onde está o nosso Deus.

       Peçam a Virgem Santíssima que sempre estejam convosco ensinando-nos a viver o tempo de Deus.

Anúncios