Tags

, , , , ,

       Doces irmãos, no mundo hodierno é comum ouvir dizer que a solidão é a melhor opção, pois vivemos em uma sociedade mundial que não admite erros e como sabemos nos humanos costumamos erras, por ser pobres criaturas. Admitir erros não é algo bom, digo no sentido de não repreender o irmão que erra, uma vez que se não freamos os erros eles crescem e crescem até ficar impossíveis de se suportar. Devemos repreender o irmão que erra, se nós errarmos também devemos nos repreender para que não voltemos a errar.

        Mas, o que o erro tem a ver com a solidão escolhido pela atualidade?

       Quando levamos o não aceitamento do erro para uma dimensão extrema deixamos de suportar o nosso irmão, visto que todos nós erramos, isso é uma verdade já concebida, não devemos compactuar com o erro, isso também é algo bom, porém não podemos não abraçar o nosso irmão só porque ele errou. Digo melhor. Devemos cultivar o perdão, assim conseguiremos suportar os nossos irmãos que pecaram contra nós, isso não quer dizer que estaremos diminuindo seu erro, ou, por pior, fazendo de conta que o erro não existiu, mas estaremos simplesmente fazendo nossa alma avançar para um estágio de santificação. O perdão é a chave que abre a porta de uma longa amizade.

       Como o mundo seria feliz se o perdão reinasse. Ó, que reino glorioso, as portas do amor estariam abertas para todo o sempre. Chuvas de rosas se espalhariam pelas praças. As graças estariam florescentes e revigoradas. Mas o homem quis escolher o rancor e isso afasta a compaixão.

       Por isso que essa geração tanto almeja a solidão porque não é capaz de perdoar, sem o perdão não há amizade que dure, pois não podemos esperar que nossos amigos sejam estátuas que não tenham ação e nunca façam nada que nos possa desagradar. O perdão é o segredo para uma boa amizade.

       Como Nossa Senhora soubera perdoar, por isso que o seu filho tinha a compaixão como estrada, visto que a misericórdia aprendemos em casa. Peçam a nossa mãe amada que nos ensine a ser misericordiosos e saibamos perdoar os nossos irmãos.

Anúncios