Tags

, , , ,

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 20“Em verdade, em verdade vos digo: Vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se transformará em alegria. 21A mulher, quando deve dar à luz, fica angustiada porque chegou a sua hora; mas, depois que a criança nasceu, ela já não se lembra dos sofrimentos, por causa da alegria de um homem ter vindo ao mundo.

22Também vós agora sentis tristeza, mas eu hei de ver-vos novamente e o vosso coração se alegrará, e ninguém vos poderá tirar a vossa alegria. 23aNaquele dia, não me perguntareis mais nada”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

    Deus, caros irmãos, sempre nos chama à alegria, chama-nos a viver em suas paz que é a santa alegria, mas nós pelo contrário vez buscamos viver a solidão e isso nos faz tristes. Dentre de nos vive a eterna alegria, mesmo não acreditando, em nós habita uma fonte inexorável de  amor e paz, devemos só acreditar. Cristo está conosco e isso é motivo de grande alegria, o que poderia ser maior?

   O que nos gera tristeza é nossa incerteza do sucesso, muito vezes só vivemos preocupados em ter uma vida de grande movimentação, de grande brilho e nos esquecemos do que é mais importante, viver com Cristo. Mas há muitos que deixam que a luz de Cristo habite neles e permitem que mesmo estando tristes por não viver logo na plena grança com Cristo, assim mesmo estão alegres.

Quem dedica sua vida ao irmão, esses são os verdadeiros adoradores de Cristo, pois sua tristeza é uma ligeira sensação de dever ainda não cumprido, o dever de levar a paz a nossos irmão que se encontram afastados da graça. A paz dos que vivem com Cristo é transformar esse mundo em um lar de Cristo, onde todos possam experimentar a paz de ser de Cristo.

Ó Mãe, ensina-nos a viver mergulhados na alegria de ser pertenças de teu filho para que possamos extirpar a tristeza de nosso meio.

Anúncios