Tags

, , , ,

Anúncio do Evangelho (Lc 7,36-8,3)

O Senhor esteja convosco.

Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 36um fariseu convidou Jesus para uma refeição em sua casa. Jesus entrou na casa do fariseu e pôs-se à mesa.

37Certa mulher, conhecida na cidade como pecadora, soube que Jesus estava à mesa, na casa do fariseu. Ela trouxe um frasco de alabastro com perfume, 38e, ficando por detrás, chorava aos pés de Jesus; com as lágrimas começou a banhar-lhe os pés, enxugava-os com os cabelos, cobria-os de beijos e os ungia com perfume.

39Vendo isso, o fariseu que o havia convidado ficou pensando: “Se este homem fosse um profeta, saberia que tipo de mulher está tocando nele, pois é uma pecadora”.

40Jesus disse então ao fariseu: “Simão, tenho uma coisa para te dizer”. Simão respondeu: “Fala, Mestre!”

41“Certo credor tinha dois devedores; um lhe devia quinhentas moedas de prata, o outro, cinquenta.42Como não tivessem com que pagar, o homem perdoou os dois. Qual deles o amará mais?”

43Simão respondeu: “Acho que é aquele ao qual perdoou mais”. Jesus lhe disse: “Tu julgaste corretamente”.

44Então Jesus virou-se para a mulher e disse a Simão: “Estás vendo esta mulher? Quando entrei em tua casa, tu não me ofereceste água para lavar os pés; ela, porém, banhou meus pés com lágrimas e enxugou-os com os cabelos. 45Tu não me deste o beijo de saudação; ela, porém, desde que entrei, não parou de beijar meus pés. 46Tu não derramaste óleo na minha cabeça; ela, porém, ungiu meus pés com perfume.

47Por esta razão, eu te declaro: os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados porque ela mostrou muito amor. Aquele a quem se perdoa pouco, mostra pouco amor”. 48E Jesus disse à mulher: “Teus pecados estão perdoados”.

49Então, os convidados começaram a pensar: “Quem é este que até perdoa pecados?”

50Mas Jesus disse à mulher: “Tua fé te salvou. Vai em paz!”

8,1Depois disso, Jesus andava por cidades e povoados, pregando e anunciando a Boa-nova do Reino de Deus. Os doze iam com ele; 2e também algumas mulheres que haviam sido curadas de maus espíritos e doenças: Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demônios; 3Joana, mulher de Cuza, alto funcionário de Herodes; Susana, e várias outras mulheres que ajudavam a Jesus e aos discípulos com os bens que possuíam.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

    Como é difícil compreender Jesus, um homem santo que decidiu acolher a todos mesmo que estes fossem os piores de todos os pecadores. Como é difícil compreender Jesus! Se hoje que vivemos em tempos modernos onde as pessoas se declaram evoluídas compreender Jesus não é uma tarefa fácil pensemos nos tempos em que ele viveu sobre a terra, deveria ser praticamente impossível.

Como não penaram seus discípulos para compreender seu mestre, para aceitar seu rosto misericordioso. Como os apóstolos não ficavam pasmados ao verem como seu mestre era uma pessoa amorosa, que supera todas as barreiras para viver o amor fraternal entre os irmãos, por mais pecadores que estes fossem. Jesus é em essência misericórdia. É difícil, agora sim, falar de Jesus sem falar de misericórdia.

Para que possamos ser verdadeiros discípulos de Cristo devemos aprender a viver a misericórdia, mas não podemos viver uma misericórdia seletiva, onde somente abarca alguns poucos, onde tem que obedecer requisitos. Devemos ter uma face misericordiosa assim como Cristo teve se quisermos pertencer ao seu redil. Devemos amar a todos por mais difícil que seja.

Peçamos a Virgem Santíssima que nos ensine a viver o amor de Deus para que possam dignamente ser chamados de seus filhos.

Anúncios