Tags

, , ,

Evangelho (Mt 12,46-50)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 46enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. 47Alguém disse a Jesus: “Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo”.

48Jesus perguntou àquele que tinha falado: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” 49E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: “Eis minha mãe e meus irmãos. 50Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Bem-aventurado os filhos de Deus, pois conhecem o amor. Para se pertencer a uma família não basta simplesmente coabitar, se assim fosse dito seria um conceito pragmático e mentiroso. Para que se torno filho, irmão, pai, mãe e demais deve-se comungar dos mesmo sentimentos, deve-se andar junto, assim se poderá falar em pertença de uma família.

Ser filho é abraçar seus pais nas causas mais difíceis e nos momentos mais tenebrosos; ser pai é amar desinteressadamente, buscar sempre o melhor para aqueles que estão sobre sua asas, é buscar sempre ser melhor do que o dia anterior; ser mãe é ter a ternura de um fim de tarde, é ser o sol de um dia lindo, é  ser a calma que só os corações ternos possuem.

Devemos buscar ser verdadeiros em todos os atos de nossa vida, nunca vivendo uma mentira. Devemos ser verdadeiros com filhos de Deus, possuindo as qualidades necessária para pertencer a este grupo, que é: amar o próximo com a nós mesmo. Quem busca o caminho de Deus é como um sábio construtor, que busca os melhores matérias para sua construção.

Protege-nos, ó Mãe, da falsidade, para que o nosso coração nunca se curve a sedução de viver uma mentira.

Anúncios