Tags

, , ,

Anúncio do Evangelho (Lc 10,38-42)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 38Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa.39Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a sua palavra.

40Marta, porém, estava ocupada com muitos afazeres. Ela aproximou-se e disse: “Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha, com todo o serviço? Manda que ela me venha ajudar!”

41O Senhor, porém, lhe respondeu: “Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada por muitas coisas.42Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

    Os ouvidos que se curvam a ouvir sabem como chegar ao infinito. Mas difícil que fixar em nossa mente um assunto complexo é aprender a escutar. Todos sabem falar dos assuntos mais diversos, é certo que uns possuem dificuldade de se expressar em público, mas todos, no íntimo de uma amizade, sabem expressar sua opinião. Porém hoje os indivíduos possuem uma grande dificuldade, a de saber ouvir.

   Na casa de Lázaro, somente Maria soube sentar-se e ouvir o Senhor demonstrando que desde sempre há uma dificuldade da raça humana de sentar-se e ouvir seu próximo. Devemos aprender a ouvir o nosso irmão, seja a escutar suas lamurias, seja a escutar um ensinamento seu. Quando fechamos novos ouvidos empobrecemos nossa alma.

    Quem sabe ouvir sabe falar, pois aprende a dizer com aqueles que sabem falar, não que devamos estar guardando tudo que é dito, mas quem ouve sabe escolher o que é bom e o que é ruim. Os ouvidos são os verdadeiros livros da sabedoria dos lábios. Como é bom sentar-se e escutar um sábio amigo, mesmo que ele esteja a contar seus desencantos.

Ensina-nos, ó Mãe Amável, a ser bons ouvintes, que saibamos abrir nossos ouvidos para a sabedoria que é proclamada dos lábio dos doutos.

 

Anúncios