Tags

, , ,

Evangelho (Mt 12,38-42)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

Glória a vós, Senhor.

 Naquele tempo, 38alguns mestres da Lei e fariseus disseram a Jesus: “Mestre, queremos ver um sinal realizado por ti”. 39Jesus respondeu-lhes: “Uma geração má e adúltera busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal do profeta Jonas.

40Com efeito, assim como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim também o Filho do Homem estará três dias e três noites no seio da terra. 41No dia do juízo, os habitantes de Nínive se levantarão contra essa geração e a condenarão, porque se converteram diante da pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas. 42No dia do juízo, a rainha do Sul se levantará contra essa geração, e a condenará, porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

O grande sinal dos céus é a luz que brota dos olhos das crianças. Como é comum ver pessoas procurando coisas grandiosa quando o simples é o mais maravilhoso que podemos alcançar. Quão grande erro incidimos quando desejamos ver grandes obras quando o simples é o que fascina. Não precisamos de grande profetas, mas de bons homens que somente sabem ser gentis.

Para que acreditemos na conversão de uma pessoa solicitamos uma grande ação praticada por essa pessoa, porém uma simples lagrima pode falar tanto. Assim como exigimos de nossos irmãos também exigimos de Deus. Quantas vezes afrontamos nosso Pai obrigando-O a realizar um grande sinal para que não o abandonamos, como grande é o nosso erro.

Devemos aprender a viver o simples, a buscar o sentido das coisas, assim, a extrair o máximo das coisas, saberemos ver como pequenas coisas podem ser enormes. Não devemos viver em busca dos grandes prodígios, pois, por maior que eles sejam não serão maior que a luz do céu que recebemos todos os dias. A maior dádiva que temos é ter Deus por pai.

Ensina-nos, ó Mãe, a poder ver nas coisas pequenas a grandiosidade de Deus.

Anúncios