Tags

, , ,

Em uma ilha de incertezas, tudo parece impossível e triste. Quanto mais se busca carinho eanjo-da-guarda aconchego somente se encontra desprezo e ódio. Assim vivem os moradoras do logradouro mais estranho, o planeta terra. Ao falar isso, para que se está levando a atual situação do nosso mundo ao extremo, porém não o é. É só olharmos para o lado e veremos discórdia, traição, egoísmo e outros frutos do demônio. Parece que não há nada em que podemos confiar. Entrementes, há sim. Há os filhos de Deus que vivem como estrangeiros nessa terra, e também há o nosso anjo da guarda, que junto com os filhos de Deus protegem nossos segredos.

Por mais triste que estejamos, sempre haverá um bom amigo que nos acalmará o coração. Esse bom amigo são os nossos irmãos na fé. Dificilmente haverá filhos de Deus que não encontraram repouso, pois sempre lhe será dado um bom confessor, não que seja exatamente um sacerdote, sendo esse também um bom apoio, mas será alguém que possamos confiar nossas dúvidas, nossas desilusões, enfim, nossos sofrimentos como um todo. Sempre teremos um bom amigo que nos servirá de companheiro nesta terra. Assim como Paulo teve Barnabé, com Elias teve Eliseu, e como santo e magnifico exemplo de Jesus e João.

Além dos nossos amigos de carne, que são dados por Deus, temos os amigos angélicos, que cumprem fielmente a missão de Deus lhe designou. Mas não devemos tê-los como criaturas que foram obrigadas a estar ao nosso lado, pois isto não é verdade. Eles abraçam amavelmente a missão que Deus lhes entrega, não é de forma força. Eles amam tudo aquilo que Deus ama. E nosso Pai tem um afeto sem igual por seus filhos. Assim como os bons amigos na fé que possuímos, os seres humanos, também podemos considerar nossos defensores angélicos como nossos amigos inseparáveis, que podemos confiar tudo em seus ouvidos.

Anúncios