Tags

, ,

Não é tão distante de nós a ingratidão, pelo contrário, está muito próximo. Muitas vezes vemos em nossa vida a ingratidão de nossos irmãos. Quantas são as vezes que fazemos o bem, porém recebemos o mal em troca. Como isto dói, é tão amargo. Eles não reconhecem o bem que com tanto coração colocamos para fazer. Desprezam sem num receio tudo aqueles que fizemos. Tantas vezes esperemos um simples obrigado e não temos está resposta.

Creditem, amigos, por mais doído que seja, devemos trabalhar sem esperar gratidão, no mais das vezes temos que esperar ingratidão. Nesta vida nossa recompensa será bofetadas, insultos, maledicência, injúrias, etc. Lembre-se da história de Jacó que tanto trabalho para seu sogro Labão, porém, quando este (Labão) viu que seu patrimônio ficara menor do que o deste servo de Deus, se encheu de ódio e começou a prossegui-lo, obrigando que ele (Jacó) regressa-se a casa de seus pais  (Gn. 31, 1-18). Veja, desde os patriarcas a ingratidão já estava presente.

Não devemos ficar cabisbaixo com a ingratidão do mundo, devemos levantar nossa cabeça e seguir os caminhos de Nosso Pai sem contestar. Aqueles que escolherem, por contrário, o lado do prestígio conseguirão o agrado deste mundo, todavia não terão a Deus, isso é o pior que pode acontecer: ficar sem Deus. Não escolham, lhes peço, o mundo, mas permaneçam firmes com Deus.

Sempre saibam, o mundo nos odeia, e não devemos esperar gratidão, porém Deus nos ama, mesmo que não andemos em seus caminhos, mas quando estamos em sua presença com um coração feliz por fazer aquilo que ele nos prometeu viveremos a gratidão maior, que é a gratidão de Deus. É difícil de acreditar de Deus é grato por tudo que fazemos, visto que não fazemos mais que nossa obrigação. Mas saiba, Nosso Senhor ama de modo terno, como deveria ser, todos aqueles que vivem a sua missão. Ele ama a todos, mas ama de modo maior todos aqueles que lhes ajudam a caminhar no caminho do calvário.

Como é doce saber que nosso Deus está ao nosso lado, que, mesmo quando o mundo se vira contra nós, há Aqueles que está ao nosso lado, pronto para nos acolher em sua morado, com pompas e grande acolhida. Olhemos o exemplo de Nossa Senhora, como ela não sofreu sobre esta terra, como foi pouco compreendida por sua parentela. Ela, com certeza, sofreu todas as dores de seu filho, compartilhando do seu calvário. Mas tudo isso foi recompensado. Recebeu uma coroa. Foi honra, tornando-se Rainha dos Céus e da terra, senhora amada por todos os filhos de Deus. Louvado, amada e estimada por todos os que possuem um coração voltado para Deus.

Fiquem firmes na fé e acreditem: Nosso Bom Pai nos recompensará, seremos elevados quando alcançarmos os Céus, e lá estando viveremos com os anjos e santos louvando, adorando e rendendo graças a bondade de Nosso Pai. Não se entristeçam pela maldade deste mundo, somente acreditem que um dia todos nós, que persistimos mesmo diante do sofrimento, estaremos repousando na relva do verdadeiro paraíso.

Anúncios