Tags

, ,

Tudo entra pelos ouvidos. Somos levados a acreditar que as coisas são entendíveis pelos sentidos, e realmente o são. Nós podemos entender tudo quando estamos com os nossos ouvidos abertos e prontos para entender, se por acaso os fechamos não mais entenderemos o que se passa pelo mundo. Nossos ouvidos são a grande por de nossa alma. Tudo é entendível, não a palavra que não possa ser compreendida para que tem uma alma pronta com ouvidos bem abertos. Como é feliz quem permite que seus ouvidos fiquem abertos.

Porém, não podemos deixar nossos ouvidos abertos para tudo, pois há muito de maldade

ouvir

Quem sabe ouvir é como uma bela planta que recebe água da chuva.

sobre este mundo. Há muitas palavras que são camufladas com uma roupagem bela, que são construídas de palavras bonitas que muitas vezes precisamos de dicionários, falsos dicionários, oferecidos por esses próprios maus interlocutores, para entender tudo aquilo que é dito. Essas más palavras, se deixarmos nossa alma aberta para elas, elas entraram e farão grande destruição em nós. Levaram nossa alma para um desprezo de si mesmo. Mas, por primeiro ela parecerá algo e construtivo, porém é a mais maléfica que existe.

Tomemos cuidados com os maus discursos, como acima já foi dito, eles podem nos levar para uma destruição total e irreversível de todo nossa bondade doméstica. Um mal discurso parece que não pode durar, mas ele dura. A vida que se deixa ser conduzida por uma má pregação pode levar a anos de grande sofrimento, em que os ministros da mentira se sentirão rejubilando por fazer uma vida se perder em tempos desconsoláveis. Como são execráveis os que proclamam dizes de destruição.

Mas, podem se alegrar, visto que a maioria das palavras são construídas para felicidade, são edificadas para edificar. Poucas são as palavras que de nada servem. A uma multidão de belos dizes que elevam a alma para o trono do Altíssimo e com ele cantam por séculos sem fim. Pois o Verbo, a Palavra, os Dizeres são nosso próprio Deus que nos deu nossos ouvidos para que possamos escutá-los. Mas é claro que o Pai da Mentira construí também suas pedras falsas para enganar aqueles que pouco conhecem da vida.

Enfim, quando abraçamos a vida de boas palavras, nos enchemos de paz e sabemos o que dizer para nossos irmãos que tanto se preocupam conosco e que passam por problemas pequenos, mas que para eles são de dificuldade irresolúvel. Sempre saberemos o que dizer e sempre soubermos ouvir. Essa é a metáfora do ouvido, faz ouvir, faz falar, faz viver.

Anúncios