Tags

, , ,

Na atualidade é comum ver pessoas cabisbaixas, como se não houvesse o amanhã. Isso pode ser fruto de sonhos que não foram realizados, ou talvez realizado, porém não trouxeram os frutos pretendidos. Como é duro saber que existe jovens que choram por não verem a beleza do sol, como se ele fosse apagado, como se não brilhasse com o brilha para aqueles que mora do outro lado da cidade. Como é duro ver uma mãe que perdeu seu filho para as drogas e fica se culpando disso, pensando que ela é a única culpado por seu filho ser quem é.

Hoje parece que o mundo é mais triste, não que isso se tome como uma generalidade, porém não vemos pessoas tão alegres como anos atrás podíamos ver. Parece que a chuva se tornou azeda e torna mais amargo os nossos dias. Como seria belo acreditar que todos podem ser felizes, parece uma total contradição com o que vivemos, pois há tantas lágrimas. Mas, todas essas lágrimas podem se tornar alegria. Cristo ressuscitou, para que tristeza.

Devemos acreditar mais que temos um Deus que está nos céus e que nos conduz para um mundo de felicidade. Cada pessoa que se converte deve se tornar um espelho de felicidade, para que cada pessoa que se olhe nesse espelho tenha mais alegria em sua vida. Não podemos aceitar cristãos triste. Não podemos ser como o mundo é. O mundo é triste, mas nós devemos ser alegres. Devemos levar alegria para um mundo triste. Devemos levar felicidade para aqueles que só veem enterros e desterros.

Temos necessidade de mais cantores. Precisamos de mais felicidade em nossas ruas. Peçamos ao Pai dos céus mais São Francisco, que haja mais jovens que peguem um violão e saiam rua a fora cantam para as estradas. Precisamos mais de pessoas cantando, vibrando aos Céus a alegria de estarem vivos, somente por isso por estarem vivos. Para que milagre maior do que está vivo. Como é grande nossa alegria. Então, manifestemos ao mundo nossa alegria. Somos vida para um mundo preste a morte. Cada que passa temos que render mais e mais nossa alegria de pertencer a Deus. Pois, não há dom maior do que pertencer a Deus. Cantemos.

Anúncios