Tags

, , ,

Por diversas vezes passa em nossa mente o seguinte pensamento: o que devo fazer para ser feliz? A felicidade é o que perseguimos. Vivemos toda a nossa vida caçando um meio que nos torne satisfeitos com nós mesmo. Porém como é difícil chegar a um ponto que nos sentiremos em paz com nós mesmos. Nosso tesouro que sonhos, a felicidade, sempre nos atormentará, e muitas vezes se torna um tormento sem solução, pois não sabemos como alcança-lo.

Alguns dizem que já o conseguiram tê-la em suas mãos, mas quando vem o primeiro pensamento de desanimo, tudo cai por terra e revela que a felicidade que alcançaram não é uma felicidade verdadeira. Esses são aqueles que acham que alcançaram a felicidade pela riqueza. Quando estão com saúde tudo parece ser bom, as coisas se tornam como que estivessem a dar certo. Porém quando lhe vem a doença logo lhe vem as lágrimas. Quando somente um traço sai do lugar, aí vem o desanimo que não passa.

Somente tem felicidade aqueles que se entregam a Deus. Somente viveremos em paz se andarmos abraçados com o nosso Criador. É uma sentença fácil de se entender: se estamos com Deus seremos prósperos, se não estamos, a desgraça estará a nossa porta. Isso não quer dizer que quem é de Deus não sofrerá. Que viverá uma vida de paz humana. Que viverá livre da peste, da fome e dos maus pensamentos.

Na vida dos santos também vem o desanimo. São os sentimentos maus que fazem os santos mais fortes, pois eles aprendem a desviar desses maus pensamentos e aprendendo a desviar deles nunca mais lhe serviram de entrave para seu prosseguir. Eles também não estão livres de doenças, se fossem assim todo iriam querer viver a santidade. Quem deseja ter seu nome escrito no coração de Deus, deve esperar viver uma vida de perseguição. Porem quem está com Deus é próspero, pois sua alma encontra repouso, mas não um repouso deste mundo, mas uma virtude que somente encontram os que já estão unidos com a paz de Deus. E quem está com o Maligno é pobre de espírito e não possui felicidade nenhuma.

Anúncios